Mitos x Verdades Que Todo Mundo Conta

E ai, galera! Pra quebrar um pouco a rotina, o post de hoje é um pouco diferente do que vocês costumam ver por aqui – mas acredito que vão gostar bastante!
Vou contar pra vocês a verdade sobre alguns mitos que, até agora, pensávamos serem reais! Preparados?
 

  • Dizem que nós só temos capacidade para utilizar 10% do cérebro. Gente, a verdade é que podemos, sim, utilizar a capacidade total do cérebro: mas usamos áreas diferentes em momentos diferentes.
  • Quem nunca ouviu dizer que, ao engolir um chiclete, ele vai ficar grudado no nosso estômago?! Não é verdade – o chiclete é expulso do nosso organismo pelos movimentos musculares do órgão.
  • Raspar os pelos podem deixa-los mais grossos. Isso não acontece, gente! O que ocorre é que, quando aparamos as pontas dos fios, o que começamos a sentir é a base do pelo, que tem a característica de ser mais grossa – mas isso não tem nada a ver com a lâmina, já que, após o pelo ter crescido, sua textura volta a ser a mesma.
  • A Grande Muralha da China pode ser vista do espaço? Ela até pode, mas não com a facilidade que costumamos ouvir por aí. Ela tem mais de 7 mil km, porém, só é possível enxerga-la em condições e pontos específicos lá de cima, já que a luz e as condições de tempo podem atrapalhar nisso.
  • Um raio não cai duas vezes no mesmo lugar? Isso é mito, pessoal! Alias, vocês sabiam que o Empire State Building é atingido, pelo menos, 100 vezes ao ano?
  • Olha que curioso: memória fotográfica não existe! Existem, sim, pessoas com memórias muito boas e que conseguem gravar inúmeros detalhes – mas ninguém consegue registrar em sua mente algo tão perfeitamente como uma fotografia.
  • Sabe quando ficamos muito tempo na piscina ou tomando banho e a ponta de nossos dedos fica toda enrrugadinha? Diferente do que pensamos, isso não acontece porque a pele absorve muita água, mas sim porque o nosso organismo trabalha para que possamos conseguir ter mais aderência em ambientes úmidos, não escorregando e nem deixando objetos escaparem de nossas mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *