Eles e Elas

Homens que Mentem

O assunto de hoje é polemico galera: homens que mentem!! A gente sempre escuta a frase: que os homens mentem mais do que nós, mulheres… Será que é verdade? Confiram aí a nossa opinião sobre o assunto!!

 

Agora, vamos desvendar o mistério: vocês sabiam que essa questão já foi comprovada? A revista alemã “Apotheken Umschau” realizou um estudo que revelou que os homens mentem com mais frequência do que as mulheres e também admitem a mentira com mais facilidade. Enquanto 3 em cada 10 mulheres tem o costume de mentir, 6 em cada 10 homens dizem não ligar tanto para isso. O dobro, gente!

A pesquisa também mostrou que 75% das mulheres não conseguiriam perdoar a mentira de um cara, contra 55% dos homens que não perdoariam.

O site britânico Paying Too Much também fez a pesquisa, que foi publicada no Daily Mail, e o resultado foi o mesmo: eles mentem mais que elas! Os números que eles chegaram foi: enquanto eles mentem 4 vezes por semana, elas mentem 3. O estudo também explicou o porque cada sexo mente mais: as mulheres mentem para tentar preservar o sentimento. Os homens, para vencer uma discussão, conseguir algo que querem ou para parecerem mais interessantes.

E vocês, o que acham? Já passaram por alguma situação desse tipo?

Sexo, Gravidez na Adolescência e DSTs

Galera, hoje nós vamos conversar sobre sexo, gravidez na adolescência e doenças que acarretam o ato . Espero que vocês gostem do bate-papo!!

Gravidez precoce é um assunto sério e que merece nossa atenção, gente. Vocês sabiam que 25% das gestantes no Brasil são adolescentes? Isso significa que uma a cada cinco jovens de até 19 anos está grávida.

Mas meninas, é importante vocês saberem que a gravidez na adolescência é considerada de alto risco. O corpo não tem preparo o suficiente no sistema reprodutor, o  risco de hipertensão é cinco vezes maior, assim como o aborto espontâneo e a chance de ter anemia –  o que, muitas vezes, é a causa de o bebê nascer prematuro.

Eu acho indispensável a gente conversar com os pais e manter uma relação aberta sobre o assunto desde cedo. Eu converso com os meus sobre tudo! Eles, com certeza, vão nos instruir sempre da maneira correta e nos apoiar em qualquer situação.

E, não vamos esquecer: tem que se prevenir! Existem diversos métodos contraceptivos e é sempre bom consultar o seu médico para descobrir qual o mais indicado para você. Vamos saber mais sobre alguns deles?

  • Camisinha – existem camisinhas femininas e masculinas e o principio das duas é o mesmo: barrar os espermatozoides. É o método mais indicado porque, além de prevenir a gravidez, protege também das doenças sexualmente transmissíveis. É  um dos métodos mais eficientes, apresentando uma taxa de 90-95% de prevenção.

Untitled 3

  • Diafragma – é um objeto de silicone que deve ser introduzido na mulher momentos antes da relação sexual. Ele se encaixa na entrada do útero, impedindo que o espermatozoides encontrem o óvulo. A eficácia desse método é de 80%.

Untitled 6

  • Pílula Anticoncepcional – é um comprimido com uma combinação de hormônios que impede a ovulação e deve ser tomada durante o mês inteiro, parando apenas no período menstrual. Lembrando que é importante consultar um médico para saber qual pílula é mais indicada para você. A eficácia é de 99,9%.

Untitled 7

  • Pílula do Dia Seguinte – essa deve ser utilizada com cuidado e somente em casos de emergência. Se for utilizada com frequência, pode desregular o ciclo menstrual. Os hormônios do comprimido criam um ambiente desfavorável aos espermatozoides, além de evitarem a ovulação. A eficácia é de 99,9%.

Untitled 8

  • DIU Dispositivo intra-uterino – é uma peça de plástico e cobre, que deve ser colocada no útero apenas por um médico, durante o período menstrual. O DIU pode permanecer por anos no útero, desde que tenha acompanhamento médico e a eficácia é de 98%. Se ocorrer a gravidez, o dispositivo pode realizar um aborto.

Holding an IUD birth control copper coil device in hand, used for contraception - side view

 

Doenças Sexualmente Transmissíveis 

  • AIDS – é causada pelo vírus HIV, e o modo mais comum de transmissão é através do contato sexual com uma pessoa infectada. O vírus destrói as células de defesa do corpo, deixando o organismo com uma imunidade baixa, assim sendo mais fácil ceder a outras infecções.
  • HPV – existem mais de 100 tipos de HPV e pelo menos 13 deles podem causar câncer. É um
    vírus que infecta a pele e causa o aparecimento de várias verrugas. A principal forma de transmissão é o contato direto com a pele ou mucosa de uma pessoa infectada. Existe vacina para a doença.
  • Gonorréia – é uma doença causada por bactérias, e que pode aparecer sem sintomas ou com a presença de corrimentos amarelos e com forte odor. Existe também a possibilidade da transmissão de mãe para filho dentro do útero, e nesses casos, o bebê pode desenvolver uma conjuntivite grave em resposta.
  • Síflis – também causada por bactéria, faz com que apareça uma pequena ferida nos órgãos genitais. Se a doença permanecer sem tratamento, as feridas podem se espalhar pelo corpo inteiro.
  • Herpes Genital –  causada por vírus, faz com que apareçam várias bolhas na pele da região. A herpes pode infectar alguém e não se manifestar ou se manifestar após um longo período, em que a imunidade da pessoa esteja baixa. A transmissão só ocorre quando as bolhas estão presentes.
  • Candidíase – é um fungo ou micose que, nas mulheres, produz um corrimento branco e muita coceira. Nos homens, vermelhidão na glande e no prepúcio.
  • Clamídia – atualmente, é a doença sexualmente transmissível mais comum no mundo. Os sintomas são fracos e passageiros: ardência ao urinar, corrimento e dor abdominal são os mais comuns.
  • Hepatite – é uma doença grave que atinge e inflama o fígado, causando febre, mal estar, desânimo e dores musculares. A pele e os olhos também apresentam um tom amarelado, e casos mais graves podem causar insuficiência hepática. Existe vacina para a doença.

 

Relacionamentos

Oi galera! Hoje compartilho com vocês o primeiro vídeo da série que é sobre relacionamentos que não deram certo. Aí aí aí, será que esse bate papo foi bom!? Rs!!!

Você sabia?

Aproveitando o assunto “o cara ideal” e relacionamentos entre pessoas diferentes, olha só que legal. O tão falado clichê “os opostos se atraem” provou não ser verdade. De acordo com a psicologia, o que atrai e aproxima um casal é a semelhança entre os dois, pois os pontos em comum harmonizam a relação. Tem até um nome pra isso: o princípio da homogamia. Vários estudos foram feitos, e a analise foi: observando vários casais, sejam eles casados ou namorados recentes, a maioria tinha muito em comum, idade, raça, nível educacional e religião, por exemplo.

Agora, falando sobre relacionamentos duradouros… O site britânico Netmums fez um pesquisa que revelou que os casais, cada vez mais, estão destinados a terminar após três anos juntos! 1.500 pessoas participaram do estudo e 21% dos casais separados tiveram um relacionamento de dois a quatro anos, e apenas 3% após o tradicional sétimo ano de casamento. Para a maioria das pessoas, o nascimento de filhos foi o motivo da separação – uma em cada 20 entrevistada ficou grávida em três meses de namoro! 42% responderam que ter filhos torna o casal mais distante. Os outros itens mais apontados como razão foram: falta de tempo e preocupações com o dinheiro.

 

E você, já teve algum relacionamento que acabou não dando certo? Comente aqui a sua experiência!