Desperdício: Como Evitar

Galera, vamos falar de um assunto sério? Desperdício de comida!
Deem só uma olhada como esses números impressionam: por ano, o equivalente a 625 mil caminhões cheio de comidas completamente perfeitas para consumo vão para o lixo – SÓ NO BRASIL! São 41 mil toneladas de verduras, frutas e legumes desperdiçados todos os anos – o que seria o suficiente para acabar com a fome no país – e esse número só vem aumentado.
 

O fato é que alguns dos nossos hábitos do dia a dia podem ajudar a contribuir pra isso sem a gente nem perceber. E, por isso, venho chamar a atenção de todos vocês com algumas dicas super simples de incluir na nossa rotina, e que podem ajudar a combater esse desperdício desenfreado. Vamos conferir?

  • Sabe as listas que a gente as vezes faz, e as vezes não para fazer compras no mercado? A dica é fazer SEMPRE, sem exceção. Dar uma boa olhada na geladeira e nos armários para ver o que é realmente necessário repor e colocar isso num papel nos ajuda a não perder a cabeça na hora das compras e colocar na sacola apenas aquilo que realmente precisamos.
  • Outra dica importante pra hora das compras: que tal ir uma vez por semana no mercado ao invés de uma big compra por mês? Esse método também nos ajuda a controlar de maneira mais correta aquilo que precisamos no dia a dia.
  • Ficar de olho na validade dos alimentos é sempre indispensável – até porque, ingerir algo fora de seu prazo pode acabar nos fazendo mal. Porém, que tal dar preferência àqueles itens que estão próximos da validade e ingeri-los antes dos comprados recentemente? Isso vai impedir que as comidas vencidas acabem no lixo. Uma boa forma de lembrar dessa regrinha é sempre organizar os produtos pela data de validade: os mais próximos na frente, e os que vencem depois, atrás.
  • Aproveitar os alimentos até o final! Cascas, talos… toda e qualquer partezinha daquele alimento que você pensa em jogar fora pode ter outra função – é só procurar na internet por receita de como utilizá-los.
  • A fruta ou a verdura tá com um machucadinho? Nada de jogar fora: é só cortar essa parte e aproveitar o resto.
  • Se você fez uma comida pro dia e ela acabou sobrando, nem pense em colocar no lixo. Sabia que a vida útil das refeições pode ser estendida se elas forem congeladas? É só colocar no congelador e saborear de novo quando você quiser!
  • Sempre sobra comida quando você pede em algum restaurante? Que tal conferir se o local serve meia porção? Além de vir menos alimento, o precinho fica menor!
  • Se você tem algo em casa que acabou não gostando ou sabe que não vai ser utilizado, uma boa escolha é doar. É certo que alguma entidade aí da sua cidade vai aceitar de coração aberto a sua ajuda.

Como Deixar o Salto Mais Confortável

Vocês sabiam que 95% das mulheres sentem dor quando usam salto alto? Isso mesmo, gente: noventa e cinco por cento!
E, como vocês devem imaginar, saber como dominar a arte de se equilibrar corretamente ajuda a diminuir bastante o desconforto. O ideal é praticar: ensaie pela casa, mas sempre com aquele sapato que você pretende sair – já que um salto é diferente do outro. Uma dica de ouro é lembrar de sempre pisar primeiro com os calcanhares – muitas vezes, a gente tenta colocar a ponta dos pés no chão primeiro por achar que é mais seguro, mas, isso na verdade faz com que você se desequilibre com mais facilidade.

Não se esqueça, também, de sempre alinhar a cabeça com o corpo – seu peso precisa estar dividido igualmente entre os dois saltos. Seguindo essa lógica, lembre-se que as bolsas atrapalham, já que elas fazem peso apenas em um lado. Se você quer ainda mais conforto, vale alongar os pés antes de calçar os sapatos – isso faz com que os músculos relaxem e não doam tanto ao “dobrarem” dentro do sapato.
 

Pra finalizar, vou dar algumas dicas de como deixar os sapatos mais confortáveis – aqui vale tudo, até os baixinhos!

  • A gente sempre tem um sapato que tá meio apertadinho, né? Olha só que demais: pra resolver isso, é só calçar um par de meias grossas e colocar o dito cujo. Com um secador, jogue jato quente no sapato enquanto ele está no seu pé – o calor vai fazer com que o tecido alargue e com que o calçado pegue o tamanho e formato do seu pé!
  • Talcos e desodorantes não servem apenas para eliminar o mal odor, sabia? Eles ajudam a aliviar o desconforto causado pelo atrito do sapato com a nossa pele! E, de quebra, deixam os pés sequinhos o dia todo, evitando que o pé acabe escorregando.
  • Se o sapato está apertando ou machucando em algum ponto especifico do pé, uma boa ideia é colocar um curativo – pode ser um band-aid ou um micropore. Isso vai impedir que o tecido te machuque por evitar que ele encoste no local machucado.

  • Sapatos maiores ou desconfortáveis? Sabiam que existem palmilhas de silicones especiais para isso?
  • Se você vai comprar algum sapato, prefira fazer isso durante o dia. Isso porque nossos pés tendem a inchar nesse período, e, é melhor experimentar os calçados quando eles estiverem no maior tamanho.
  • Se algum sapato seu está com aquele mau cheiro, você pode colocar saquinhos de chá dentro dele. Os saquinhos absorvem o chulé e deixam tudo bem cheirosinho!
  • Se o seu sapato estiver escorregando, você pode lixar a sola deles para deixa-lo mais estável.
  • Dica final e especial para os saltos: usar um esparadrapo para prender o terceiro e o quarto dedo do pé pode deixar os sapatos mais confortáveis. Parece estranho, né? Mas funciona: juntar os dois dedinhos evita que o nosso peso faça tanta

Como Ter Uma Vida Bem Sucedida?

Esses dias li uma matéria bem interessante e, claro, vim compartilhar com vocês! Vocês já pararam pra pensar em qual é o segredo para levar uma vida bem sucedida?
 
Uma pesquisa pelos cientistas da UCL, University College de Londres, com 8mil homens e mulheres de 52 a 90 anos, apontou que, diferente do que a gente pensa, uma vida bem sucedida está mais ligada à nossas habilidades do que nossa educação, inteligência ou até dinheiro.
 

Os principais pontos que nos fazem levar uma vida bem sucedida são: estabilidade emocional, determinação, dedicação, sensação de estar no controle e otimismo. Pra quem não sabe, uma curiosidade: essas habilidades são chamadas de não cognitivas, ou seja, elas independem do nosso intelecto e qualquer pessoa pode desenvolvê-las.
O que os pesquisadores apontaram foi que, as pessoas que possuíam ou exercitavam esses cinco pontos, tinham uma vida social mais ampla, menos chances de desenvolver depressão e até mais saúde!
Interessante, né galera?  É legal pensar que podemos, por um caminho fácil, aumentar a nossa qualidade de vida em vários campos. Quem aí já quer tentar?

Tendência: Glitter Por Todo Lado!

Galera, o carnaval já foi há três meses, mas em 2017 não teve jeito: o glitter veio pra ficar!

Há muito tempo esse brilho vem sido visto apenas para ser usado em festas, à noite, em ocasiões mais especiais… mas, pra nossa felicidade, a novidade da vez é não ter medo e botar o glitter no corpo à qualquer hora e em qualquer lugar.
Ele aparece em todas as formas e em todas as cores. Usado em roupas, acessórios e até na maquiagem. Sem muitas regras, o importante mesmo é brilhar! Como de costume, deixo pra vocês alguns exemplos de como arrasar com a trend.

Um super destaque pras botas no estilo ankle boot – essas são as peças gliterinadas do momento que a gente vai ver por todo lugar nessa meia estação! Pra quem ainda está tímida com os brilhos, é uma ótima forma de adicionar a tendência ao look sem sobrecarregar.

Roupas de Tule e Transparência: Como Usar

As roupas em tule vêm nos conquistando cada vez mais nesse ano!  tecido fininho e translúcido deixou a transparência em alta e não é difícil encontrar por aí mil e uma formas de usá-lo.
Bom, como vocês já devem ter visto, eu adorei a novidade e já botei a blusinha de tule preto pra jogo. Olha como fica uma graça e dá um up em qualquer visual!
O tule é uma boa opção pois dá pra construir basicamente qualquer composição e efeito com ele. Se tem uma peça que tem aparecido muito são as blusas de tule – e elas nos deixam com várias opções de combinações – dá pra usar apenas com sutiã por baixo, com top, blusinha básica, blusinha estampada… E, como o tecido principal é transparente, com cada combinação, ele se torna uma peça completamente diferente! Não é demais, gente? Olhem só algumas formas de usar!
É super OK que você ainda não seja adepto a tendência por achar um pouco ousada demais – mas isso não quer dizer que você precisa ficar de fora dessa. Que tal optar por uma peça com apenas alguns detalhes do tecido? Dessa forma, a transparência não fica nem um pouco exagerada e ainda deixa a produção com um ar mais sofisticado. Dá uma olhada: