Encontrando o Seu Estilo

Você já se pegou se perguntando qual estilo mais combina com você? E o que é preciso levar em consideração pra responder essa pergunta? Convido vocês, hoje, a pensar um pouquinho mais sobre isso. 
É fato: faz tempo que a moda não é apenas o nosso jeito de se vestir e sim uma forma de se expressar e mostrar para o mundo quem somos – e isso vem se tornando mais evidente a cada dia.

Um primeiro passo importante é decidir o que você realmente gosta de usar e se sente bem vestindo. Quem nunca acabou comprando aquela peça-desejo só porque ela estava em alta e aparecendo em todos os sites fashionistas possíveis? A real é que, se a dita cuja não combinar com você, ela vai acabar no fundo do guarda-roupas sem te acompanhar nem mesmo em uma ida à esquina.

Que tal começar a perceber isso? Pense: você usa roupas mais básicas, com tons neutros e poucas estampas ou gosta de cores alegres e quanto mais detalhes, melhor? A dica, aqui, é se entender e investir apenas naquilo que você sabe que combina com você.  Dessa forma, você vai economizar uma boa grana e ainda um ótimo espaço no armário. Pois, vamos falar a verdade – quantas vezes não nos apaixonamos por uma peça na arara, colocamos na sacola, e no fim nem era tão a nossa cara assim ou não caía tão bem?

Outra ideia é sempre estar atrás de referências. Eu falo sobre isso bastante aqui, mas, em um mundo em que temos acesso à T-U-D-O bem na palma da nossa mão, por que não aproveitar ao máximo esse recurso? Tenho certeza que você se identifica, ao menos um pouco, com o gosto daquela cantora, atriz ou até blogueira que você segue no instagram. Então, que tal fazer do feed dessa pessoa uma espécie de mural de inspirações? Tenho certeza que você vai pegar várias dicas e combinações super legais que vão ser a sua cara!

Gente, o estilo é personalidade e nossa identidade. Então, outra coisa a se pensar é como sua forma de se vestir se adequa ao seu dia a dia. Observe os lugares que você frequenta. O que eles pedem? Conforto? Um visual mais arrumadinho? A gente costuma absorver as coisas ao nosso redor e, inevitavelmente, isso com certeza deve influenciar na nossa forma de se vestir.
 

E aí, gostaram das dicas? Quem está pronto pra se descobrir melhor? 😉

Estilo de Celebridade: Vanessa Hudgens

Vanessa Anna Hudgens era um dos nomes de maior sucesso na indústria do cinema e da música em 2006. Isso porque, nesse ano, ela estreou no papel principal do filme da Disney, High School Musical, que formou uma legião de fãs pelo mundo inteiro. 
Mas a morena não parou por aí: além de mais duas edições do musical, nos anos seguintes, Vanessa fez parte de vários filmes de sucesso, como A Fera, Sucker Punch, High School Band, Spring Breakes e Sangue no Gelo. Além disso, ela seguiu a carreira de cantora por um tempo e lançou dois álbuns, V e Identified, ambos estreando na Billboard 200 na 24ª e 23ª posição respectivamente. V ainda foi, em 2007, considerado o sétimo melhor álbum do ano pelos leitores da billboard.
Como se isso não bastasse para ser uma artista pra lá de versátil, Vanessa ainda tomou conta dos palcos estrelando a remontagem do musical Rent em 2010 e na nova versão do clássico Gigi, onde fez a sua estreia na Broadway  – um sonho de criança dela!
Não dá pra falar de Vanessa sem falar de seus maravilhosos namorados, né? Ela manteve um relacionamento de cinco anos com o lindo Zac Efron, com quem contracenou em High School Musical. Hoje, ela namora ninguém menos que Austin Butler, e os dois formam um casal super cool, descolado e estiloso – e que faz muito sucesso no instagram!

Vanessa se tornou a queridinha e rainha do estilo boho chic – que vem estado em alta há algum tempo. É difícil pensar nessa vibe hippie sem lembrar dela, que usa as peças com maestria. Maxi vestidos, saias longas, muita estampa, mix de acessórios são alguns dos itens mais presentes nos looks dela. Bora conferir alguns?

A Sobrancelha Ideal Para Cada Tipo de Rosto

A gente já falou aqui sobre cortes de cabelo, maquiagem, blush, dentre outras coisas, ideais para cada tipo de rosto. Hoje, vamos falar sobre algo tão importante quanto todos os itens já falados e que pode mudar completamente a nossa expressão fácil e a moldura dos olhos – a parte que mais chama atenção de nosso rosto – as sobrancelhas!
Os rostos redondos pedem sobrancelhas mais arqueadas, já que esse formado tende a alonga-lo, dando a impressão de que ele é mais fino. Os rostos com o formato de coração devem fazer o inverso: sobrancelhas retas! O rosto quadrado pede um formato levemente arqueado, mas a sobrancelha não deve ser muito grossa, muito marcada – isso pesa bastante o formato de rosto que já é bem forte. Já os rostos ovais, como na maioria dos casos, aceitam bem qualquer desenho, dos finos aos grossos, dos retos aos arqueados.

Se você não quer se arriscar em nenhuma das opções – sabia que existe um formato de sobrancelha considerado “universal”, que fica bem em todos os rostos?  Ela é média e levemente arqueada na ponta externa, afinando levemente ao chegar no final.
 

Fique atenta: sobrancelhas grossas podem estar em alta, mas isso não significa que caia bem pra todo mundo. Uma ótima dica pra ver se o formato combina com você é apagar os pelinhos, usando uma base ou corretivo do tom da sua pele e desenhando com lápis ou sombra depois! Aí você pode viajar e testar todos os jeitos, até achar o que se encaixe melhor em você!

Tudo Sobre: Cabelos Coloridos

Não é de agora que a febre dos cabelos coloridos tem – literalmente – feito a cabeça de tantas meninas por aí. O que antes era super diferente hoje virou tendência e desejo de muitas e, muito mais do que “qual cor pintar”, uma grande preocupação é sobre os cuidados exigidos para manter os cabelos pintados com as chamadas “cores fantasia” sempre saudáveis e brilhantes. E é sobre isso que vamos falar hoje. Bora?

Pra começar, você tem que lembrar que as cores precisam de uma base mais clara para pegar. Mesmo que você queira pintar seus fios com uma tonalidade mais intensa e não com tons pastéis, é difícil que ela apareça nos fios escuros. Por isso, se seu cabelo não for castanho claro ou loiro, o ideal é descolorir os fios antes de passar as cores fantasias. Mas, é importante lembrar que existem várias formas de descolorir e até vários tons a serem alcançados, e cada cor escolhida e até mesmo cada tipo de cabelo vai exigir uma descoloração diferente. Então, é indispensável consultar um profissional antes de se arriscar a fazer qualquer procedimento, viu?
Vale lembrar que, tanto a coloração quanto a descoloração (principalmente!) ressecam muito o cabelo, então, depois de pintar, é indicado fazer hidratação ao menos uma vez por semana, mesmo que elas sejam feitas em casa na hora do banho.
Outra dúvida frequente é sobre a duração das tintas fantasia. A maioria das fórmulas presentes no mercado são apenas tonalizantes – ou seja, elas colorem os fios apenas superficialmente, sem penetrar nas camadas. Para manter uma cor bonita e exatamente do tom desejado, saiba que o retoque é preciso ser feito, por volta, de 1 em 1 mês. Lembre-se também que as cores mais vibrantes deixam o desbotado mais em evidência do que os tons pastéis.
Agora, pra escolher a cor, é legal dar uma olhada em todas as possibilidades possíveis e saber aquela que mais combina com você. Qual combinaria mais com o seu tom de pele, com a cor das suas sobrancelha e cor dos olhos? É valido procurar várias referências e considerar essas pequenas coisas antes de se jogar. Então, termino esse post deixando pra vocês algumas inspirações coloridas maravilhosas!

#DicasDeFilmes: A Estreia dos Galãs nas Telonas

Nosso #DicaDeFilmes continua por aqui e dessa vez traz um tema diferente: e que eu aposto que vocês vão curtir bastante!
Todo mundo conhece os atores que são considerados os galãs de hollywood – mas, vocês sabem em qual filme eles estrearam no universo do cinema e que deu o pontapé inicial na carreira de cada um? É o que eu vou contar aqui hoje!
 

 

BRAD PITT: O Príncipe das Sombras (1988)
O eterno galã Brad Pitt apareceu nas telonas pela primeira vez em 1987, mas fazendo apenas algumas pontinhas como figurante em filmes como “Atraídos Pelo Perigo!” e “Hunk”. Mas foi só um ano depois, em 1988 que ele deu vida ao seu primeiro protagonista: Rick, do filme “O Príncipe das Sombras”. Ele é um jovem que sofre de uma rara doença de pele que o impede de ficar exposto a qualquer luz – principalmente a luz do sol. Ele tenta se curar por diversas vezes, mas, sem obter sucesso, seu pai resolve o levar para a Iugoslávia, onde há um curandeiro que supostamente pode ser a resposta de sua doença. Essa tentativa acaba falhando como todas as outras e, nesse momento, Rick decide esquecer a sua doença e aproveitar a vida, começando por sentir o sol em sua pele pela primeira vez.
 

DI CAPRIO: Criaturas 3 (1991)
Leo Di Caprio já estreou no cinema com um dos papéis principais do filme de terror “Criaturas 3” – a terceira edição da série “Criaturas”. Com apenas 17 anos, eles interpretou Josh, um menino que volta de férias para casa, com seu pai e sua irmã, e se depara com uma situação assustadora na cidade: vários monstros estão se reproduzindo e atacando as pessoas, tentando comê-las, no bloco de prédios em que eles moram. Será que hoje em dia ainda dá medo?
 

RYAN GOSLING: Tolerância Zero (2001)
O lindo, mais conhecido pelo seu papel em “Diário de uma Paixão”, estreou no cinema em 1996, mas, ainda, com papéis pequenos. Em 2000 chegou a participar do filme de sucesso “Duelo de Titãs”, mas, foi só em 2001 que interpretou o seu primeiro protagonista em “Tolerância Zero” – um longa com o roteiro bem forte. No filme, Daniel, vivido por Ryan, um aluno de uma escola judaica que acaba se juntando ao movimento violento chamado “skinhead” e perseguindo os estudantes judeus.  O filme retrata a luta em que ele se encontra, descobrindo sua verdadeira e nova personalidade e, ao mesmo tempo, tentando entender o judaísmo e o papel da religião em sua vida.
 

WILL SMITH: A Lei de Cada Dia (1992)
Will apareceu no cinema pela primeira vez em 1992, atuando em “A Lei de Cada Dia”, um filme que acompanha a história de jovens amigos que fugiram da cadeia e tentam sobreviver nas ruas de Los Angeles.  Mas foi em 1993, com o filme “Seis Graus de Separação”, que Will teve seu primeiro grande papel. Ele é Paul, um jovem que aparece na porta de um casal da alta sociedade, alegando que precisa de ajuda após ter sido vítima de um roubo no Central Park. Ele diz que conhece os filhos do casal, cozinha, diz que é filho de um famoso ator e acaba encantando o casal com a sua conversa e passando a noite ali. Mas, na manhã seguinte, é revelado que a sua história não passa de um golpe e isso terá um enorme impacto na família de formas inimagináveis.
 

CHRIS EVANS: Não É Mais Um Besteirol Americano (2001)
Talvez você o conheça como “Capitão América”. Em 2000, Chris fez um papel grande no filme “Travessuras da Juventude”. Mas, seu primeiro personagem mais importante foi na comédia “Não É Mais Um Besteirol Americano”. Jake, interpretado por Chris, é o garoto mais popular da escola e, por conta de uma aposta com seus amigos, ele precisa transformas Janey em uma garota linda e a levar para o baile. O mais engraçado é que, ao longo do longa, vários filmes famosos, como “Ela é Demais”, “Segundas Intenções”, “American Pie” e “10 Coisas Que Eu Odeio Em Você” são satirizados das formas mais hilárias possíveis!
.