Aproveitando Melhor o Seu Guarda-Roupas

Duvido que tenha alguma mulher por aí que, mesmo com o guarda-roupa cheio, não tenha passado pelo drama do “eu não tenho nada pra vestir!” ao menos uma vez antes de sair. E, adivinha só? A gente investe em mais peças, compra aquela blusinha que parece linda na arara, aquela saia que era apaixonante na vitrine… mas, na hora de botar as peças pra jogo, é sempre a mesma coisa!

Aliás, olha só que curioso, gente: uma pesquisa feita pela WRAP – uma ONG britânica voltada para economia – apontou que nós usamos apenas um terço do nosso guarda-roupa no período de um ano! Com vocês também é assim?
Pensando nisso, vim compartilhar com vocês algumas dicas espertas pra a gente levar pra vida e conseguir aproveitar da melhor forma as peças do nosso armário.
Referências e mais referências! Nos dias de hoje, em que a internet é a principal fonte de busca e vários sites recheados de dicas de moda estão bombando por aí, a principal dica é sair pesquisando em busca de looks que tenham um estilo parecido com o seu. Em vez de ficar desejando as peças que aparecerem ali na telinha, tente pensar “ah, eu tenho uma peça parecida com essa…” e monte a sua composição inspirada no visual que tanto te agradou ali. Com certeza vários novos looks incríveis vão ser bolados!
Faça um esforço para não usar sempre as mesmas combinações. É normal que a gente se acostume com uma composição e vá sempre certeira nela porque sabe que aquele conjunto nos cai bem. Mas isso quer mesmo dizer que aquela blusinha também não poderia ficar legal com outra calça? Experimente, prove e tente – você pode acabar se surpreendendo se ousar um pouquinho.
Não limite as roupas a uma ocasião. Se você comprou uma saia mais arrumadinha pra usar em uma festa, não quer dizer que aquele item tenha que ser usado SÓ em festas. Que tal combiná-la com uma t-shirt básica para descontrair o look e usar para dar uma volta com as amigas no shopping? Os experts em moda dizem que o indicado é que você pense em, pelo menos, três combinações e situações que você ache possível usar aquela roupa antes de colocar na sacola – assim, você vai fazer a compra valer a pena e a peça não vai ficar jogada em seu guarda-roupa.
Que tal organizar o seu guarda-roupa como uma loja, ou como aqueles armários lindos que a gente vê pelo pinterest? Uniformizar os cabides, separar as peças por cor, dobrá-las sempre na mesma proporção… isso pode fazer com que você olhe para suas roupas com mais interesse, como se realmente estivesse em uma loja diante de peças novinhas em folha e nunca usadas.
Uma boa ideia é propor a si mesma um desafio: por uma semana, use sete looks diferentes sem repetir nenhuma peça! Quem sabe você não encontra uma nova roupa ou composição favorita assim?
Considere: o seu armário te faz feliz? Você não precisa ter milhares de peças, mas sim aquelas que te façam se sentir bem ao usar, aquelas que você realmente gosta e acha que caem bem em você. É melhor olhar para um guarda-roupas mais compacto em que você ame todas as peças, do que para um lotado em que você dispense 90% do que está ali.

Cabelo: As Apostas do Outono/Inverno

Meninas, hoje vamos falar sobre um assunto que a gente adora: cabelos!
Trouxe pra vocês os cortes e as cores que prometem fazer sucesso nas estações mais frias do ano. Bora conferir?
 

CORTES
Os comprimentos médios, na altura dos ombros, continuam super em alta! A diferença é que, agora, o corte, antes repicado, agora aparece com a base mais retinha e um franjão na altura da boca ou do nariz pra acompanhar – o que, de quebra, ainda da a impressão de alongar o rosto.

Os curtinhos também chegam com força, dando um ar super moderno aos fios. O corte pixie, bem bagunçado, repicado, despontado e acompanhado de uma mini franjinha lateral é o que promete fazer mais sucesso.

CORES
A dica é a seguinte, galera: quanto mais natural, melhor! No que se diz respeito à cor, o novo sucesso dos últimos tempos são as morenas iluminadas. A técnica, chamada de bronde hair – que quer dizer blonde e brown, ou seja, loiro e castanho – é indicada para as mulheres que querem apenas dar uma iluminada no visual, mas sem passar por uma mudança radical ou depender de muitos retoques. A ideia é que o visual criado seja de “nem morena, nem loira”, é algo entre essas duas tonalidades, com raízes mais escuras e mechas mais claras, dando ao cabelo uma sensação de profundidade.
Já os loiros deixam pra trás aquele visual marcado, típico das luzes, e aparecem com aquele jeitinho de nasci assim. Os diferentes tons da cor têm que se misturar suavemente no cabelo, e a passagem da raiz até as pontas tem que ser mais suave ainda. Dá só uma olhada em como fica:
Para as ruivas, o efeito chamado pumpkin spice é promessa de sucesso. A cor é acobreada, com a raiz escura e as pontas levemente mais claras, criando um suave degradê. Também, o cabelo bem vermelhão está fazendo sucesso na Europa, e a tendência deve chegar aqui em breve.
 

ESTILO
Uma dica bônus, galera: quem acompanha as Kardashians e as Jenners já deve ter reparado que um dos “penteados” mais usado por elas tem sido o cabelo partido bem ao meio, com os fios bem retinhos e as duas primeiras mechas ao lado do rosto colocadas atrás da orelha.  Um jeito prático, simples e fácil de arrumar os fios.

Alerta de Tendência: Meia Arrastão

Se os anos 90 foram a maior aposta dos resgates de tendências no ano passado, em 2017 podemos nos preparar para ver muito dos anos 80 por aí.

Hoje, vamos falar sobre uma aposta polêmica e que divide opiniões: a meia arrastão. Pra quem não sabe, a meia arrastão é aquela cheia de “furinhos”, e a polêmica se dá devido ao fato de o item ser relacionado sempre a uma pegada mais sexy. Porém, a verdade é que, hoje em dia, sabendo como combinar e equilibrar a peça, dá muito bem pra fugir dessa pegada. Olha só alguns exemplos de como usar e como faz tooooda a diferença em um look super simples:
 

Pra quem ainda está um pouco tímida com a tendência e não tem certeza se ama ou adora, um dos jeitos que a gente mais tem visto ela sendo usada por aí é por baixo das calças jeans destroyed. Assim, a meia só aparece por baixo dos rasgos da calça, e não pela perna inteira. Outra dica é apostar nas meias com os furinhos menores – isso da a impressão, de longe, que o furadinho nem está ali e que é uma meia calça lisa!

#DicasDeFilmes: Edição Animação

Galera, o lançamento – que aconteceu a pouco no Brasil – do filme A Bela e a Fera foi uma loucura e todo mundo ficou super ansioso e animado para ver um dos mais queridos clássicos da Disney ganhar vida nas telonas, né?
Pensando nisso, o #DicaDeFilmes de hoje vai falar do gênero que agrada todas as pessoas e idades: os desenhos animados!
 

Operação Big Hero
Esse desenho é inspirado nos quadrinhos do universo da Marvel, e é uma mistura de comédia, ação e aventura. O filme se passa em São Fransokyo – uma mistura de São Francisco e Tokyo – acompanhando a história de Hiro, um jovem de 14 anos que vive com seu irmão e sua tia e é fissurado por robótica. Ele acaba inventando algo chamado “microbôs”, robôs minúsculos que se combinam para destruir tudo o que o usuário imaginar e apresentando a invenção em uma feira de robótica – onde, mais tarde, acontece um acidente e seu irmão acaba morrendo. Hiro fica muito triste com a situação e acaba se isolando de tudo, mas, um certo dia, ele resolve reativar um robô que foi trazido pra casa por seu irmão – o Baymax. Os dois acabam descobrindo um armazém que roubou sua ideia e está produzindo microbôs em massa e, sabendo o quão isso é perigoso, Hiro e Baymax montam um time de super-heróis que almejam derrotar o inimigo. A história fala muito de superação e sobre os valores de família e de amizade, e fez tanto sucesso em seu lançamento que foi a maior bilheteria do ano de 2014! Além disso, o filme venceu os Oscars de Melhor Filme de Animação e Melhor Curta-Metragem de Animação.

 

Festa da Salsicha
É importante lembrar que esse filme é uma animação voltada pra adultos. Com muito humor, esse filme se passa em um supermercado, onde os alimentos pensam que os humanos são deuses que os escolhem para serem levados ao “grande além”, um paraíso perfeito. A confusão começa quando eles descobrem que são levados, na verdade, para serem cortados e cozidos e comidos! Frank, uma salsicha e o personagem principal, descobre a verdade, ele luta para convencer os outros alimentos da verdade e conseguir ajuda na luta contra os humanos. O filme é muito engraçado, mas conta com algumas piadas mais “picantes”, e por isso, é indicado para maiores de 16 anos.
 

A Noiva-Cadáver
Victor Van Dorst, um jovem, filhos de novos-ricos está jurado a casar-se com Victoria Everglot, filha de aristocratas falidos, já que o casamento beneficiará ambos os lados. No entanto, Victor fica nervoso e acaba arruinando seu ensaio de casamento, fugindo para a floresta para ensaiar seus votos de casamento. Tudo começa quando, ao ensaiar, ele coloca o anel de compromisso em um velho galho, que acaba por ser o braço de uma noiva cadáver. Acreditando que ele a pediu em casamento, a noiva leva Victor para a Terra dos Mortos, onde, apesar de sempre tentar fugir, ele acaba descobrindo ser um lugar muito mais animado do que o vilarejo onde vive.
 

Mary & Max
Esse é um filme australiano baseado em uma história real. Conta a história de uma menina de oito anos, Mary Daisy Dinkle, que vive na Austrália e Max Jerry Horovitz, um homem de 44 que mora em Nova York, muito sozinho e com Sindrome de Asperger. Ele conta como que mesmo com a distância e a grande diferença de idade, os dois conseguem construir uma amizade muito forte e verdadeira, passando por todos altos e baixos da vida. O filme foi muito bem recebido pela crítica e tem uma aprovação de 95% no Rotten Tomatoes , o site da Universal e Warner, especializado – e muito respeitado – em críticas e notícias do universo do cinema.
 

 

O Banquete
Esse filme é, na verdade, um curta da Disney e é muito fofo e engraçado! Ele conta sobre a vida amorosa de um homem, só que pelo ponto de vista de seu melhor amigo: Winston, um cãozinho que foi encontrado abandonado por ele. O engraçado é que o bichinho adora comer besteiras, e assim que a mulher se muda pra casa de seu dono, comidas saudáveis começam a ser servidas e ele faz careta toda vez que algo verde aparece em seu prato. De uma forma muito inteligente, o filme mostra esse amor inexplicável entre os pets e seus donos, que nos faz dar muitas risadas e soltar vários suspiros mesmo em pouco mais de cinco minutos de filme!

Decorando a Casa: Dicas Para Todos Os Ambientes

Quem não quer ter “a casa dos sonhos”?
Decoração vem sendo um tema cada vez mais recorrente aqui no blog e é muito gostoso olhar pra um ambiente e ver que a gente montou tudo ali e deixou cada detalhe mais a nossa cara o possível, né? Por isso, hoje eu venho trazer algumas dicas para decorar cada ambiente de uma casa.
 

 

SALA DE ESTAR
A sala é o principal ambiente da casa, o que dá o tom para o resto do lugar e, geralmente, o primeiro ambiente que vemos ao entrar pela porta. Por isso, é legal criar uma decoração cheia de personalidade e que traduza toda a vibe que você quer passar com a sua moradia. Uma boa ideia é pensar em uma cor neutra de base, para as paredes, piso, tapete e móveis. Assim, você pode aplicar pontos de cor em almofadas e puffs, por exemplo – além dos itens de decoração em cima dos móveis.
 

SALA DE JANTAR
A sala de jantar é um dos ambientes onde mais são recebidas visitas na casa. Por isso, é importante montar um ambiente confortável e aconchegante. Uma cartela de cores que converse entre si e uma boa iluminação são dois pontos importantes ao montar esse ambiente. Uma ótima ideia é colocar espelhos nesse ambiente – pois isso da a impressão de o lugar ser maior, o que acaba deixando as pessoas mais à vontade. Além disso, vocês sabiam que o ideal em uma mesa de jantar é que, cada cadeira tenha um espaço de 60cm para trás e para os lados para que alguém sente ali confortavelmente? 
 

COZINHA
Na cozinha, a grande dica é construir um ambiente bonito sem deixar de ser prático e funcional. Pense nas coisas que vão facilitar o seu dia a dia e posicione tudo o que você usa com mais frequência ao seu alcance. É uma boa investir em armários planejados, sempre cheios de prateleiras e gavetas – quanto mais coisas você conseguir guardar, melhor, deixando os espaços nas superfícies mais livres. Invista, também, em materiais fáceis de limpar. Lembre que alguns eletrodomésticos não podem ser colocados lado a lado, por exemplo, a geladeira e o fogão, já que um atinge a máxima temperatura e o outro a mínima, podendo assim um danificar o outro.
 
QUARTO
Conforto é a palavra de ordem no ambiente, pois é ali onde você relaxa e onde ficam as suas coisas mais pessoais. A cama é a “estrela” do ambiente, então uma boa ideia é que esse seja o primeiro item a ser escolhido e que tudo converse com ele. Se você for dividir o quarto com alguém, uma boa dica é utilizar uma decoração mais neutra, e deixar para que as personalidades e gostos sejam colocados nos respectivos lados da cama.
 
BANHEIRO
O banheiro é um ambiente que muitas vezes é deixado um pouco de lado – mas ele também faz parte de toda composição da casa. Uma boa ideia é investir em prateleiras, principalmente se você não tiver muito espaço, pois além de serem funcionais e ideais para guardar objetos de necessidade, você também pode colocar itens de decoração por ali – como suculentas, que super combinam com banheiros. Que tal harmonizar a cartela de cores até das toalhas? Isso passa a impressão de um lugar mais organizado.