Dia Mundial do Rock

Galera, vocês sabiam que hoje, dia 13 de Julho comemoramos o Dia Mundial do Rock? O mundo conheceu o rock nos anos 50. Surgiu como um movimento contra a ideia de perfeccionismo e ao estilo de vida regrado do período Pós-Guerra. Nunca foi apenas um estilo musical, mas também estilo de vida, de atitude, de se relacionar com o mundo e de visual. Visual esse que criou um impacto significativo na moda. Hoje, encontramos no nosso dia a dia inúmeras peças influenciadas pelo estilo, tais como jaquetas, calças rasgadas, camisas xadrez, peças em couro, camisetas com estampas de bandas, spikes, correntes, gorros, bandanas, botas e roupas pretas. E isso não se limita às roupas: o olho preto marcado, coringa pra sair à noite, também é influência do rock. Mas isso é o resultado de anos e anos de história que foram se adaptando com o tempo para construir o que temos hoje.

12

Nos anos 50, Elvis Presley é considerado um dos primeiros ícones e o rei do rock. Seu estilo único e inovador influenciou uma geração inteira. Topete com gel no cabelo, calça com as barras dobradas, camiseta branca e jaqueta de couro compunham o seu estilo, conquistando fãs pelo mundo inteiro.

01

O rock começa a sofrer uma influência folk nos anos 60 e Bob Dylan aparece, usando jaquetas de camurça, botas de cowboy, ternos justos e, o mais marcante: os cabelos bagunçados e os óculos Ray-Ban Wayfarer. Quatro anos mais tarde, o mundo conhece a maior banda de todos os tempos: The Beatles. Na época, os cabelos arrumadinhos e ternos e gravatas coloridos eram super modernos. Nessa mesma onda, surgem os Rolling Stones e The Who.

02

03

Se você pensa que rock é só roupa preta, se enganou! Em 1960 e 1970, o rock virou a bandeira da geração hippie. Um bom retrato disso é o Woodstock (1969). Jimmy Hendrix e Janis Joplin eram alguns dos que ditavam a moda. Lenços, estampas, roupas largas, batas, couro e calças com boca larga são peças da época que hoje influenciam a tendência boho.

04

No início da década de 70, o rock glam surge com David Bowie. Como já diz o nome, o estilo é cheio de glamour. Marcado por muito brilho, com glitter, ombreiras, paêtes e tecidos brilhantes. Era uma mistura de roupas masculinas e femininas, maquiagem andrógena e cabelos repicados. No final da década, o movimento Punk surgia na Inglaterra, com looks pensados pela renomada estilista Vivienne Westwood. Defendendo a rebeldia, o anarquismo e criticando a sociedade, Ramones, The Clash e Sex Pistols lançaram moda com seus jeans skinny rasgados, camisetas coladas, coturnos e jaquetas de couro. Kiss e Alice Cooper juntavam o Punk e o Rock Glam, com as caras pintadas, roupas de couro, spikes, tachas e botas.

0506

07

As Hair Bands, bandas de Hard Rock, surgem nos anos 80, influenciadas pelo Glam. Jon Bom Jovi inspirou com seu visual: legging e jaqueta de couro, enquanto os Guns n’ Roses usavam bandana e cartola. Os óculos Ray-Ban Aviador também viraram tendência nessa época.

08

09

Ainda nos anos 80, como o rock é uma forma de protestar, os roqueiros adotam a cor preta, pois ela representa o “contra”, o protesto em si. Iron Maiden, Metallica e Megadeth são algumas das bandas de Heavy Metal a adotar a cor, influenciando assim a cor principal do rock hoje. Além do preto, também são adotados acessórios chamados “dark” (escuridão, em português), como a caveira.

10

Em 90, Pearl Jam e Nirvana trazem o estilo grunge. Kurt Cobain é uma das maiores influências da época, marcada por camisas xadrez, calça jeans de cintura alta e rasgadas, moletom, gorros e o cabelo comprido e bagunçado.

11

As influências criadas lá fora atingiram o mundo. No Brasil, bandas de rock e roqueiros como Barão Vermelho, Legião Urbana, Rita Lee, Raul Seixas e RPM se inspiravam nas tendências e eram alguns dos símbolos do rock no país.

13

E isso não parou por aí. Hoje, o rock saiu dos palcos e toma conta também das passarelas. Alguns estilistas brasileiros renomados como Alexandre Herchcovitch, Adriana Bozon e Tufi Duek utilizam influências do rock em algumas peças e acessórios de suas coleções.

14

 

E, para terminar o especial do Dia Mundial do Rock, fiz uma playlist com algumas músicas de rock bem legais que fazem parte da trilha sonora de filmes. Confiram:

AC/DC – Highway to Hell (Dos filmes Homem de Ferro 2 e Motoqueiros Selvagens)

Beatles – Across The Universe (Do filme Across The Universe)

The Runaways – Cherry Bomb (Dos filmes Guardiões da Galáxia e The Runaways – Garotas do Rock)

David Bowie – Heroes (Do filme As Vantagens de Ser Invisível)

Survivor – Eye Of The Tiger (Do filme Rocky Balboa)

Chris Cornell – Mission 2000 (Do filme Missão Impossível)

The Who – Substitute (Do filme Escola de Rock)

Aerosmith – I Don’t Wanna Miss a Thing (Do filme Armagedon)

Cheap trick – I Want You To Want Me  (Do filme 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você)

Roxette – It Must Have Been Love (Do filme Uma Linda Mulher)

Legião Urbana – Tempo Perdido (Do filme O Homem do Futuro)

Legião Urbana – Faroeste Caboclo (Do filme Faroeste Caboclo)

Cazuza – O Tempo Não Pára (Do filme Cazuza O tempo Não Pára)

Raul Seixas – Metamorfose Albulante (Cidade de Deus)

 

 

Bota do Mundo 2015

Como eu já tinha contado pra vocês, nessa terça-feira (07) aconteceu o 3º Bota do Mundo no Instituto Projeto Neymar Jr. e eu vou mostrar pra vocês um pouquinho desse dia tão especial.

Foi emocionante ver a felicidade das crianças ao poder chutar a bola e fazer um gol pela primeira vez, acompanhados de craques do futebol atual e ex jogadores. A chuva não desanimou a elas e nem todo mundo que estava lá torcendo. Na arquibancada estavam, 1.200 alunos do INJR que vibravam a cada chute.

Eu e a minha família recebemos tanto carinho das pessoas, e eu quero agradecer a cada uma delas por nos proporcionar momentos inesquecíveis. Foi uma tarde muito gostosa e o clima foi de alegria do começo ao fim!!!

Se vocês quiserem conferir um pouco mais sobre o evento, é só assistir o vídeo o INJR também.

O Dia dos Namorados pelo mundo

Eita, hoje é Dia dos Namorados e eu aqui solteira! Hahahaha

Untitled 17

Mas vocês sabem porque celebramos essa data e como ela é comemorada em outros lugares do mundo?

Untitled 11

No Brasil a data é comemorada hoje, no dia 12 de junho. O dia foi escolhido por ser véspera do Dia de Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro, a quem as mulheres rezam na esperança de encontrar o amor. Porém, a origem não é tão romântica. O dia foi criado por comerciantes, para impulsionar as vendas em um período de pouco movimento. Assim, a data viria a se tornar um pretexto para presentear as pessoas amadas.

Já nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, México, Espanha, Austrália e França, a data é denominada Valentine’s Day (Dia de São Valentim), e é comemorado no dia 14 de fevereiro.

Em Roma no século III, o Imperador Claudius II proibiu o casamento para melhorar o desempenho dos soldados em guerra, pensando que, quando solteiros, eram melhores em combate. Mas existia um sacerdote chamado Valentim que, mesmo após a proibição, continuou a realizar as cerimônias em segredo e, por isso, foi condenado à morte no dia 14 fevereiro. Após sua execução, ele se consagrou o padroeiro dos apaixonados.  Diferente do Brasil, onde o dia é especialmente para os namorados, no Valentine’s Da52113y os presentes também são dados aos pais e amigos

Já no Japão, os costumes são bem diferentes. A data também é comemorada no dia 14 de fevereiro, mas por lá, a tradição é apenas as mulheres presentearem os homens. A troca de presentes não é feita só pelos namorados – amigos e colegas de trabalho também ganham. O item mais tradicional é o chocolate e eles são segmentados em dois tipos para que o homem saiba a intenção do presente que está ganhando! O giri choco (chocolate obrigatório) é aquele que elas dão aos amigos. Já o honmei choco (chocolate para o amor verdadeiro) é o escolhido para presentear o homem amado.
Para retribuir o presente, exatamente um mês depois, acontece o White Day. No dia 14 de março, os homens devem presentear as mulheres com doces, todos brancos, Untitled 7e cada um tem o seu significado. Cookies querem dizer “quero só a sua amizade”, marshmallows significam “eu gosto de você”, balas dizem “já estou comprometido” e os lenços, “eu não te quero”, já que este deve ser usado para enxugar as lágrimas.

E aí gente, o que vocês acharam? Já conheciam essas tradições? Achei o costume japonês o mais diferente, não fazia ideia de que lá era comemorado assim! Por mais que por aqui a data seja originada pelo comércio, vale lembrar que é uma ocasião para dar uma pausa na correria do dia-a-dia e lembrar a quem a gente ama o quanto essa pessoa é especial. Seja com presentes, beijos, chocolates ou bilhetes. Afinal, nunca é demais demonstrar o amor que sentimos, né?

large (2) Untitled 6

Dica de Livros: Cidades de Papel e Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

Galera, hoje minha dica de leitura para vocês são de dois livros que viraram filmes de sucesso. Confere aí:

Untitled 11

Cidades de Papel – John Green

Cidades de Papel é um livro de John Green, o mesmo autor de A Culpa é Das Estrelas. A história é sobre Quentin (chamado de Q.), um adolescente nerd que é apaixonado por Margo, sua vizinha e colega de colégio, completamente popular e divertida. Eles se conhecem desde pequenos, porém a história se passa quando quando os dois já viraram adolescentes. Margo invade o quarto de Q pela janela em uma noite e o convidtumblr_mqk0i6Dqnx1s5rm6ko1_500a para sair em um plano de vingança contra o seu namorado, cumprindo uma lista de tarefas. Ao voltar para casa, Q. percebe que aquela fora a melhor noite de sua vida e, na manhã seguinte, espera que as coisas sejam diferentes no colégio e que os dois se tornem melhores amigos. No entanto, o que acontece é bem diferente: Margo desaparece. Até então está tudo bem, já que é relatado que a garota faz isso com frequência. Mas Q não desiste de procurá-la e começa a buscar pistas de onde Margo possa estar. A busca o faz descobrir coisas sobre os dois que ele nem imaginava e a ideia de garota ideal que ele tinha de Margo vai, aos poucos, se desfazendo.

 

 

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom – Sophie Kinsella

Rebecca Bloomwood é uma jornalista compulsiva por compras. Mesmo estando cheia de problemas financeiros, Becky não consegue parar de gastar. E é nessa situação que ela conhece seu futuro patrão, Lucky Brandon. Ela está tentando comprar um echarpe verde em liquidação da Denny and George, mas seu cartão é recusado. Determinada a comprar a última peça do modelo da loja, Becky encontra Luke Brandon, que a empresta o dinheiro que fdica-literaria-os-delirios-de-consumo-de-becky-bloom-morando-sem-granaaltava para a sua aquisição. Mais tarde, ela vai a uma entrevista de emprego e, adivinha quem é o dono da empresa que vai entrevista-la? Luke. A ironia é que Becky consegue o emprego, que é em uma revista de economia, dando dicas de como controlar o seu dinheiro – sendo que isso é tudo o que ela não consegue fazer. É uma leitura fácil, sendo muito engraçado acompanhar as tentativas falhas de economia de Becky.

É bom lembrar que o livro não é exatamente igual ao filme, já que este é uma mistura do primeiro e do segundo livro da série.

 

Tá chegando!

Falta pouco… Domingo é a festa de comemoração do Instituto Projeto Neymar Jr. E olha só quem já confirmou presença: Henrique e Diego, MC Gui, Alexandre Pires, Wanessa, Régis Danese, MC Bola, Marcelo Marrom e Patati Patatá. Lembrando que os ingressos estão esgotados.

Obrigada a todos vocês que contribuíram trocando os alimentos. Arrecadamos 10 toneladas!

Untitled 2