Sem roteiro

Em Floripa com Marina Werneck – Dia 03

Galera, esse é o último vídeo da minha viagem para Florianópolis. Nesse terceiro dia, a Marina me levou no estúdio Viida Fine Art & Tattoo (R. Manoel Severino de Oliveira, 395 – Sala 05) para fazer uma tatuagem com o Driin. Foi quando eu fiz o elefante que tenho na perna. Além de ser um animal que eu gosto muito, ele representa sabedoria, persistência, boa sorte, determinação, solidariedade, sociabilidade, amizade, companheirismo, longevidade e poder. Querem conferir como foi? É só dar play no vídeo!

Minha estadia por lá foi muito gostosa e eu não vejo a hora de voltar. Não é a toa que a cidade tem o apelido de Ilha da Magia – as paisagens e o clima de lá realmente tem um ar mágico e encantam a todos que passam por ali. No entanto, vocês sabem o real motivo desse apelido?

A verdade é que a Ilha tem várias lendas que foram passadas de geração para geração e são cultivadas até hoje. Existem muitas histórias recheadas de fantasia e terror de relatos feitos pelos antigos moradores e seus descendentes de coisas que pareciam não ter outra explicação, se não magia.

A figura mais conhecida das histórias são as bruxas. A lenda é que elas assustavam os pescadores e roubavam seus barcos e ainda davam nó em crinas de cavalos pela cidade. Tem gente que acredita que, quando alguém se muda para lá, é preciso pedir licença às bruxas, pois só assim é possível viver bem e em paz na cidade.

Há ainda outras lendas que se referem aos nomes de alguns locais. A balada Joaquina, por exemplo: a história contada é que uma mulher morreu, na areia do local, de tristeza por ter perdido todos que amava. A Gruta do Monge leva esse nome porque, segundo a lenda, um monge apareceu na ilha e foi encontrado pelos pescadores ali. Esse monge curava as pessoas e as ensinava a fazer medicamentos. Mas, da mesma forma que ele apareceu, sumiu sem a menor explicação.

Essas são apenas algumas das muitas lendas do lugar. Vocês acreditam nessa história de magia? Quem já foi pra lá, sentiu esse ar especial que rodeia a cidade? Eu acho que elas tornam o lugar ainda mais especial e místico.

Untitled 5

Untitled 2

646587

Florianópolis – SC

Dica de Viagem: Ibiza

As férias de Julho estão chegando e a gente já começa a pensar em como aproveitar ao máximo, né galera? Eu adoro viajar e um dos meus destinos preferidos é Ibiza, uma ilha do arquipélago de Beleares, a leste da Espanha. É importante lembrar que a ilha de Ibiza se divide em cinco municípios: Sant Antoni de Portmany, Sant Joan de Labritja, Sant Josep de Sa Talaia e Sant Eulària des Riu, além do que leva o mesmo nome que a Ilha: Ibiza (ou Eivissa, como chamam por lá, em catalão).


03Untitled 1201

02

    

Quando falamos em Ibiza a primeira coisa que vem à mente são as famosas baladas eletrônicas que acontecem nas nightclubs por lá, né? Mas a cidade é muito mais que isso. Em um passeio pelo centro dá para admirar a arquitetura antiga das construções da cidade e conhecer barzinhos e restaurantes.

É de costume, por lá, fazer passeios de barco pela Ilha. Eu fiz quando fui e adorei! Você aluga um barco, de acordo com a quantidade de pessoas com você e que rota quer fazer. Nesse site tem todas as opções e informações, incluindo os preços, já em euros. Vale a pena conferir: http://charters.ibiza-spotlight.com/all-boats

 

BALADAS

Ibiza se torna, diariamente, o palco de DJs mundialmente famosos, como David Guetta e Avicii. Se você simplesmente AMA música eletrônica como eu, é o local perfeito. As nightclubs são incríveis, mas algumas merecem destaque: Space (é considerada uma das melhores do mundo), Amnesia e Pacha. Lembre-se sempre de comprar o ingresso com antecedência, online, pois os preços na porta são bem mais salgados! Eles estão disponíveis nos respectivos sites oficiais: Space | Amnesia | Pacha

Uma curiosidade é que a Space abriu uma filial no Brasil no final de 2012, em Balneário Camboriú (SC), mas acabou fechando pouco tempo depois.

space1

Space

amnesia1

Amnesia

pacha1

Pacha

 

PRAIAS

É uma mais linda que a outra. Vou indicar três delas pra vocês:

Sa Caleta: É uma praia pequena, rodeada de pedras enormes e, logo ao chegar, você dá de cara com um restaurante ao ar livre, onde se pode almoçar e admirar a vista.

sa caleta1

 

Ses Salines: A praia mais famosa de lá e fica bem cheia durante a temporada. Não há construções em volta, apenas árvores e arbustos rodeando a areia, o que a deixa ainda mais bonita. Pra quem quer curtir, é onde se localiza um dos bares mais conhecidos da cidade, o Jockey Club.

ses saline2

 

Cala Conta: Tem um mar azul cristalino e é cercada de pedras. No topo da praia, se localiza o restaurante Sunset Ashram, famoso por proporcionar um pôr-do-sol incrivelmente lindo, um dos melhores de Ibiza.

cala conta

 

É sempre bom lembrar que há pacotes de viagens disponíveis que acabam deixando a viagem mais em conta e de acordo com o que você precisa. O site www.decolar.com, por exemplo, oferece pacote já com aluguel de carro na cidade. Já o www.logitravel.com.br é o que tem mais variedade de hotéis por lá. Os preços, obviamente, variam de acordo com quantas pessoas vão, o tempo da estadia e a época do ano, então é sempre bom dar uma boa pesquisada e encontrar o que oferece o melhor para você.

Bom, as praias de Ibiza são realmente incríveis… Mas, no Brasil também existem praias maravilhosas e, em breve, vou dar dicas sobre elas pra vocês.

Dica de Livro: Percy Jackson – O Ladrão de Raios & Amy, Minha Filha

LIVRO 1

Pessoal, hoje quero indicar um livro bem legal: “Percy Jackson e os Olimpianos – O Ladrão de Raios”. O autor consegue misturar a mitologia grega com os tempos atuais, tornando-se uma leitura fácil e rápida. 

Como muitos sabem, o livro ganhou uma adaptação para as telinhas. Mesmo que você já tenha assistido o filme , vale a pena ler, pois o livro é rico em detalhes, um pouco diferente do filme e ficou na lista dos mais vendidos do ranking literário do jornal The New York Times (EUA). 

 

Percy Jackson e os Olimpianos – O Ladrão de Raios

Autor: Rick Riordan


Devorei todos os livros do Percy Jackson! Ficou difícil de escolher um, então optei pelo primeiro da série, “O Ladrão de Raios”. Gosto bastante da mitologia grega e esse livro prendeu a minha atenção. Percy é um garoto de 12 anos que tem Transtorno de Deficit de Atenção (TDAH) e dislexia. O livro mistura mitologia grega e aventuras do século XXI, quando os deuses se apaixonam por mortais e a consequência disso é que seus filhos nascem metade deuses e metade humanos.

Percy é o famoso garoto que se mete em todos os problemas e junto dos seus amigos vivem algumas experiências bem surreais. A aventura envolve monstros mitológicos e é aí que a aventura acontece, quando Percy é apontado como o suspeito de roubar um artefato do Monte Olimpo.

 
 
o-ladrao-de-raios1
 
 
 
Untitled 2
 
 

LIVRO 2

Quem não se lembra de sucessos como “Rehab” e “Back to Black”? Amy Jade Winehouse foi uma cantora britânica de jazz, soul e R&B, dona de uma make exuberante e uma voz incrível. Menos de dois anos após sua morte, Mitch Winehouse, pai de Amy, escreveu a biografia da cantora de um jeito realmente tocante.  Mesmo já sabendo o fim da história ao começar a leitura, o texto é envolvente e nos faz querer ler mais e mais para poder conhecer a verdadeira Amy. O livro é maravilhoso, e eu super indico, gostando ou não das músicas de Amy.

 

Amy, minha filha

Autor: Mitch Winehouse

 

amy_SAIDA_NOVA_OK

O livro é uma biografia de Amy escrita por seu pai. As páginas mostram um lado completamente diferente do que víamos nas manchetes: uma Amy mais leve, divertida e frágil. Mitch conta todos os altos e baixos da história da cantora desde sua infância até a sua morte, passando pelo seu envolvimento com as drogas, largando-as mais tarde e trocando-as pelo álcool e o relacionamento abusivo que teve com Blake Civil (ex-namorado).

A história mostra uma mãe ausente e um pai que estava sempre lá para ajudá-la, extremamente preocupado com sua saúde. Mostra, também, o quanto é destrutivo o uso de drogas, não só para a pessoa que a utiliza, mas também para aqueles que estão à sua volta. Em meio a isso, Mitch desconstrói a imagem que a mídia criou de Amy, relatatando as polêmicas vividas pela cantora e o esclarecimento de cada uma delas, assim como curiosidades sobre a carreira da britânica que nem imaginávamos.

Tendência: Gladiadoras

Estamos em uma onda em que tendências antigas voltam a tona e fazem a cabeça da mulherada. A peça da vez são as Sandálias Gladiadoras. Elas apareceram com tudo e prometem ser o must have do verão. E ela é a cara da estação: fresquinha e confortável, mas sem perder o estilo! O charme das peças são tiras que sobem pelas pernas, então, a dica é usar sempre com peças curtinhas que as deixem à mostra.

Untitled 7

A gladiadora aparece em várias versões: Com salto ou flat. Com as tiras até o joelho ou até o tornozelo. Com franjas, tachinhas ou lisas. De zíper ou com amarração. Dá pra escolher à vontade aquela que mais te agrada!

Untitled 5Untitled 3Untitled 2

 

Aqui vão algumas dicas pra arrasar no look:

  • Com cores neutras, nos sapatos e nas roupas, é difícil errar. (As duas vezes que eu usei as sandálias, apostei no total black!)

  • Se você quer um look ainda mais sutil, combine com peças mais larguinhas.

  • Essas sandálias acabam cortando e achatando a silhueta, principalmente as de cano mais curto, o que pode causar um certo medo nas mulheres mais baixinhas, com pernas curtas ou grossas. Aqui a dica é optar por um modelo nos tons de nude, pois dessa forma a transição entre as tiras e a pele vai ser mais sutil.

03

 

“O destino deve estar nos olhando”

Música: Destino (Compositor: Bruno Caliman | Intérprete: Lucas Lucco)

 

“Após o término de um namoro de 2 anos, decidi seguir minha vida. Me diverti, fiz muitas amizades, procurei frequentar novos lugares, e claro, flertei muito (risos).

Como de costume, olhava meu Facebook. Lá, tinha uma solicitação de amizade de um rapaz chamado Victor Ribas. Ele começou a curtir minhas fotos e logo em seguida me chamou para conversar via Messenger. Até aí nada demais, até porque, eu não queria um relacionamento sério logo após um término de namoro.

O tempo foi passando e as conversar aumentando a cada dia mais. Até que um dia, no Réveillon de 2012, o Victor me chamou para ir a uma festa que ia rolar na casa dele. No entanto, eu já ia passar a virada em outro lugar, então nem cogitei a possibilidade de passar com ele e cada um seguiu seu destino. Meia noite, meu telefone toca. Adivinhem? Nada mais, nada menos do que Victor Ribas. Meu primeiro pensamento foi: “Não é possível que esse cara tá me ligando!?”

Quando atendi eu já estava bem alegre e percebi que ele também. Ficamos três horas ao telefone, acredita? Foram as horas mais gostosas da noite. Parecia que nos conhecíamos há muito tempo. Papo vai e papo vem. No final da conversa, ele, maluco, me pediu em namoro. E eu, mais doida ainda, aceitei! Na festa mesmo sai contando para todos os presentes, e eu nem me lembrava disso quando acordei. No dia seguinte, o telefone tocou. Era ele me dando “bom dia” e o nome dele estava trocado para “Amor. Quase morri do coração, porque ao mesmo tempo que achei tudo muito estranho, estava encantada com seu carinho.

No dia 02 de Janeiro eu ia fazer uma viagem, então não tive como conhece-lo pessoalmente logo após o pedido. Viajei só pensando em como seria nosso encontro. Durante a viagem trocávamos mensagens, fotos e ligações. Por fim, ele disse “eu te amo”. Tem noção de como é ouvir isso de alguém que você nunca viu? Na verdade, tem noção de como é ouvir isso do seu namorado que você não conhece? De tanto conversarmos, descobrimos que:

 

1. Frequentávamos os mesmos lugares sempre;

2. Ele foi criado com dois primos meus;

3. Ele era amigo do namorado da minha melhor amiga;

4. Briguei com minha melhor amiga na véspera do aniversário dela. ELE FOI NO ANIVERSÁRIO E EU NÃO.

5. A gente tinha alguma coisa especial, porque não era possível se gostar assim sem se conhecer.

 

Voltei de viagem no dia 09 de Janeiro, quando aconteceu o nosso primeiro encontro. Foi a melhor sensação: beijar pela primeira vez o seu namorado (risos).

Hoje estamos juntos há 2 anos e 5 meses, e não me canso de agradecer por ele não ter desistido de mim. Aliás, eu estava um porre na época!

Deus sabe sempre o que é melhor pra gente, e se não for na hora Dele, não vai ser. Quem conhece nós dois percebe que somos muito mais que um casal. Somos amigos, companheiros, amantes, namorados, fiéis, sócios e tivemos o privilégio de sentir isso tão jovens! Modéstia a parte, somos muito fofos (risos)”.

 

IMG_5668 IMG_5669

 

Também tem uma história de amor pra contar? Mande para o nosso e-mail, ela pode ser postada aqui no blog! contato@blogdarafaella.com