Sem roteiro

Guia do Curvex

Galera, isso aqui até eu fiquei surpresa em saber: vocês sabiam que existem diferentes tipos de curvex indicados para diferentes tipos de cílios?

Já sabemos que o uso do aparelho deve ser feito com cuidado, já que há o risco do acessório acabar quebrando os cílios. Além disso, os dermatologistas indicam que a troca da borrachinha deve ser feita semestralmente e a limpeza do objeto, frequente. É um produto que entra em contato muito próximo com os olhos e, por isso, é essencial que esteja bem cuidado e higienizado.
 

Mas gente, vocês sabiam que os curvex convencionais, são indicados apenas para os cílios médios e longos? Isso porque a curvatura dos cílios tende a pegar mais nesses tipos de cílios e, quando muito curtos, o curvex comum não consegue se encaixar e curvar os cílios tão bem – sem contar o fato do risco de machucar as pálpebras.

O mais indicado, para os cílios mais curtos, são os curvex térmicos! Ele consegue modelar os fios com menos contato e atingir até os pelinhos mais difíceis de modelar. Ainda assim, manusear um desses deve seguir os cuidados indicados, mas a garantia de eficácia é certa!

Decor: Móveis de Vime

Post de decoração na área e hoje vamos falar de um estilo de decor bem diferente de tudo o que já apareceu por aqui.

A próxima aposta do pinterest são os móveis de vime! As peças, que a gente vê com mais frequência colocadas na varanda, no quintal e até em sítios, chega com tudo invadindo os ambientes fechados.
 

A ideia não é uniformizar os móveis e tê-los todo do mesmo material, mas sim, colocá-los em meio à mobília convencional, fazendo um contraste bonito e interessante. O vime trás uma pegada mais rústica, beirando o rural, e funciona de diversas maneiras e para diversos ambientes. A cara do minimalismo, dá para incrementar e deixar ainda mais bonito, investindo em objetos mais mordemos – seja um vaso metalizado em cima da cômoda de vime, ou uma almofada de pelúcia em cima da cadeira de vime. Vamos ver algumas referências?

Truques: Diminuindo as Olheiras

Acho que todo mundo se incomoda um pouquinho quando as nossas olheiras estão um pouco mais intensas, né galera? Mas, vocês sabiam que existem alguns pequenos truques, além do corretivo e da base, para camuflar bem elas e até para tratar a longo prazo? Deem só uma olhada!
 

Batom Vermelho
Parece estranho né gente, mas o batom vermelho serve como um corretivo power para esconder as manchinhas em tons azulados e esverdeados. Isso porque a cor vermelha acaba cancelando as outras tonalidades. A dica é usar um batom que não seja tão pigmentado – para ser mais fácil de cobrir a cor com a base depois e não deixar a área rosada – e dar preferência aos mais cremosos, que não secam tão facilmente.
 

Bicarbonato de Sódio
Vocês sabiam que o bicarbonato de sódio contem propriedades anti-ácidas? Reconhecido pelo poder de limpeza, essas propriedades podem ajudar a clarear a pele! A dica é misturar o ingrediente com duas colheres de água morna e misturar, até que a consistência lembre uma pasta. Depois, é só aplicar com um algodão e deixar agir por cerca de 10 minutos, tirando a misturinha com água ao terminar. O uso constante e contínuo dessa receitinha promete suavizar as manchinhas da região.
 

Café e Óleo de Coco
O café é antioxidante e o óleo de coco possui um poder de hidratação super profundo. Quando colocados juntos, eles são a receita ideal para suavizar as manchinhas na região dos olhos. É só juntar uma colher de cada ingrediente e misturar. Aplique abaixo dos olhos com cuidado, utilizando um pincel ou a pontinha dos dedos. Depois, é só retirar com um algodão molhado após deixar agir por cerca de 15 minutos. A pele vai ficar meio meladinha por conta do óleo de coco, mas o ideal é que a gente não tire esse excesso com água, e sim, que o deixe hidratando ainda mais a pele, até que seja completamente absorvido.

Celulite: Mitos e Verdades

Oi pessoal! Vamos falar de algo que incomoda a maioria de nós, mulheres: celulites!
A gente já sabe que alguns hábitos alimentarias e a falta de exercício influenciam bastante nisso.
Mas, o que mais pode contribuir?

  • A genética é uma das culpadas – ela pode aparecer com mais facilidade em umas pessoas do que em outras apenas por fator genético.
  • Não são somente as pessoas acima do peso que estão propensas a ter celulite. Qualquer um pode ter. Quem costuma reter mais liquido, geralmente, é quem mais pode desenvolver os furinhos.
  • Muita gente se pergunta se a drenagem linfática faz efeito – e ela ajuda sim, galera! O problema é que o procedimento dá apenas uma suavizada na aparência da pele, mas não cura a celulite completamente – o que exerce esse papel são apenas boa alimentação e exercícios regulares.
  • Sabiam que até usar roupas muito apertadas podem contribuir para os furinhos aparecer? Isso porque o tecido colado à pele acaba prejudicando a circulação, o que causa a celulite.
  • Ingerir muito doces, com altos níveis de açúcar, podem contribuir para o problema. Isso porque o nosso corpo o armazena como uma forma de gordura, facilitando o aparecimento da celulite.
  • Além dos exercícios, consumir muita água também é de boa ajuda. Isso porque a água faz com que o corpo elimine as toxinas que causam os furinhos e ela ainda equilibra os minerais do corpo.

Depilação: Como Não Irritar a Pele

Quem disse que cuidar da beleza é fácil? Tenho certeza que muitos de vocês compartilham desse mesmo problema: a pele irritada após a depilação! Pra quem não sabe, isso é muito comum e acontece quando o pelo não consegue ultrapassar a camada da pele quando está crescendo, o que faz com que ele se curve e penetre novamente na pele, causando um pelo encravado, ou, na tentativa de sair, acaba causando uma inflamação.
Por isso, trago hoje para vocês algumas dicas super úteis para não deixar isso acontecer!
 

  • Uma esfoliação – mesmo que rapidinha, feita no banho – pode ajudar bastante. Isso porque, com ela, os poros dilatam, as células mortas são removidas e a passagem para os novos pelinhos é aberta livremente.
  • Uma boa ideia é deixar pra se depilar depois do banho. Isso porque, quando a nossa pele fica em contato com o vapor da água, os poros dilatam e os pelos ficam mais macios, saindo de forma mais fácil e suave.
  • Vocês sabiam que, ao se depilar com giletes, o ideal é dar preferência para aquelas com mais lâminas? Quanto mas lâminas ela tiver, menor é a pressão feita com aparelho e os pelos são eliminados mais rápido, evitando o contato repetitivo com a pele.
  • Aposte nos produtos especiais para o momento. Creme de barbear sempre são a melhor pedida, pois eles ajudam a hidratar a pele – muito mais que sabonetes.
  • Seja com cera, gilete, pinça ou qualquer outra forma de se depilar, evite insistir diversas vezes no mesmo lugar. O movimento em excesso agride a raiz do pelo, o que pode causar irritação e coceira.
  • Vocês sabiam que não basta apenas lavar as lâminas com água e sabão? O ideal, para uma boa higiene, é passar álcool e enxaguar com água quente! Além disso, é uma boa mantê-la fora do box, em um lugar menos úmido – a umidade faz com que as bactérias se acumulem com mais facilidade.
  • Após a depilação, se preocupe em manter a pele bem hidratada e invista em produtos que prometem acalmar e refrescar.